Sinta o prazer de ser Absollut!

Cinema e Teatro – Sugestão para a Sexta-feiraArte, Cultura, Redação

• Publicado em 1/02/2019, às 20:18


Teatro – Teatro Colinas

Confissões das Mulheres de 30

A peça é baseada em textos de Domingos Oliveira que tratam dos amores, conflitos e descobertas das mulheres que vivem na faixa etária dos 30 anos. Mostra, de maneira divertida, o que muitas mulheres pensam e a forma como lidam com seus desejos, sonhos, realizações e frustrações típicas dessa fase da vida. Sexo, casamento e separação, trabalho, preocupação com a maturidade e o descontrole emocional estão entre os temas abordados no texto.

As cenas são realizadas em tom confessional, mas de forma muito bem-humorada; um formato de dramaturgia que já havia dado muito certo quando o mesmo autor escreveu, em 1992, “Confissões de Adolescente”.
Assim como seu antecessor, “Confissões das Mulheres de 30” também propõe uma comunicação direta com o público.

As atrizes Camila Raffanti e Juliana Araripe, que também assinam a direção, comemoram um público superior a 300 mil pessoas, desde que estrearam em junho de 2008.

Serviço:
Dias 01, 02 e 03 de Fevereiro no Teatro Colinas
Sexta e Sábado às 21h e Domingo às 19h
Duração: 70 minutos
Vendas na bilheteria:
Quarta a sexta, das 13h às 21h.
Aos Sábados das 11h as 21h.
Aos domingos, das 13h às 19h.

Cinema:

Sereia – Lago dos Mortos

Marina (Viktoriya Agalakova) está noiva de Roman (Efim Petrunin), mas durante um passeio solitário por um lago ele acaba seduzido por uma jovem misteriosa (Sofia Shidlovskaya). Seu nome é Lisa. Ela se afogou há séculos e tornou-se uma sereia amaldiçoada, que se alimenta do amor das pessoas e de suas vidas. Atormentados pela criatura, Marina precisa correr contra o tempo e enfrentar seus medos mais profundos para livrá-los dessa terrível maldição que agora ronda e ameaça suas vidas. Do mesmo roteirista e diretor de A Noiva (2017).

Trailer:

Em cartaz a partir de 31 de janeiro no Kinoplex e no Cinemark

 

 

 

 

 

Uma Nova Chance

Maya (Jennifer Lopez) era habilidosa no trabalho em um supermercado, mas sua formação profissional foi na escola da vida. Já na casa dos 40, e sempre apoiada pelo companheiro (Milo Ventimiglia), ela queria poder evoluir na carreira. O mundo corporativo vive cobrando um currículo melhor e, sem títulos e diplomas para mostrar, como ocupar uma vaga em um posto mais alto? Para sua surpresa, seu currículo e perfil nas redes sociais foram modificados e ela acabou convidada para ser uma executiva numa mega companhia. Verdades e mentiras serão componentes na comprovação de suas teorias. Do mesmo diretor da comédia “Como se Fosse a Primeira Vez” (2004).

Trailer:

Em cartaz no Kinoplex a partir de 31 de janeiro



Deixe seu comentário:
Os comentários não representam a opinião da Revista Absollut. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Absollut News Tendencias, novidades e lançamentos estão aqui