TENDÊNCIAS DE NEGÓCIOS E GESTÃO NO MERCADO 4.0

Parte 2 de 3
por: Hellen Cecília Elias

Este segundo post (veja o primeiro aqui) vai tratar das transformações específicas previstas para setores como varejo, indústria e educação, em função da consolidação da inteligência a partir da análise de dados e da economia compartilhada, transformando modelos de gestão e formas de consumo.

No próximo post – terceiro e último da série – comentaremos as habilidades e posturas nas quais gestores e colaboradores precisarão investir, para que estas mudanças sejam, de fato, promissoras e lucrativas.

Aplicações da “Economia Compartilhada” ou sob demanda – Varejo:

No varejo, as tendências seguem na integração entre o varejo tradicional e o online, com o uso de interatividade e criação de experiência para o consumidor no ponto de venda, além do uso de dados para retenção e captação do consumidor. O sucesso dos canais digitais não significa a obsolescência do varejo offline.

À medida que a tecnologia avança, ao invés de uma disputa entre comércio físico e digital, observamos o amadurecimento do setor com mais foco na experiência do cliente.

Indústria:

Na indústria 4.0, a tendência é a utilização de dados e tecnologia para gerenciar a produção dos fornecedores em tempo real, assim como a prototipagem de produtos em 3D, além da otimização e automação de grande parte das atividades operacionais. Na área de logística, a análise de dados e softwares de inteligência artificial fornecem estimativas sobre a fabricação, antecipação e previsibilidade de pedidos, evitando problemas de falta ou excesso de estoque.

Educação:

No segmento da Educação, o aprendizado se tornará cada vez mais personalizado, dinâmico e interativo, com ensino misto entre o presencial e EAD (Ensino à Distância) nacionais e internacionais, com aprendizagem continuada, conforme a necessidade de cada profissional.

 

 

 

Hellen Elias
Jornalista formada pela UFMS, especialista em Marketing, Comunicação e Employer Branding, Pós-graduada em Administração de Marketing pela FAAP, MBA Comércio Exterior – Internacionalização de Empresas pela FGV e Digital Marketing Strategy – BerckleyX University.